ServeStream Clique aqui para navegar no site
ServeStream Clique aqui para navegar no site
Ouvindo Agora:

FOI-SE O MANCEBO

natanael01

Faleceu em Barroso o professor e ex-vereador Natanael de Oliveira

natanael

Na manhã desta quarta-feira, 11 de abril, pouco depois das 8 horas, foi registrado em Barbacena o falecimento do professor Natanael de Oliveira, de 76 anos. Membro da Igreja Presbiteriana de Barroso, Natanael foi também vereador pela Câmara Municipal da cidade (1977 a 1982 / 1993 a 1996 / 1997 a 2000), instituição na qual foi presidente durante os anos de 1999 e 2000, chegando, ainda, a assumir um cargo de Secretário Municipal de Administração na década de 1980.

Natanael vinha enfrentando alguns problemas de saúde e, segundo familiares, o quadro se agravou há cerca de 15 dias, quando ele sofreu uma queda enquanto andava de bicicleta, o que causou um coágulo em sua cabeça, fazendo com que ele sentisse fortes dores. Internado no Hospital Ibiapaba, em Barbacena, o professor acabou não resistindo às complicações e veio a óbito.

O corpo de Natanael será velado na Igreja Presbiteriana Central de Barroso a partir das 17 horas desta quarta-feira e será sepultado às 14h desta quinta-feira, dia 12 de abril. O Prefeito Reinaldo Fonseca decretou luto oficial de três dias no município.

Carismático, o professor deixou um grande legado na educação e conquistou o carinho de milhares de alunos, que nas redes sociais já manifestam pesar pelo seu falecimento. Dono de bordões como, por exemplo, “a dúvida é o princípio da sabedoria”, chamava os alunos de “mancebos”, pedia que escrevessem em “letras garrafais” e fez história nas salas de aula e na comunidade.

Recentemente, em outubro de 2017, Natanael foi o orador oficial da Câmara de Barroso na sessão solene que celebra o Dia da Reforma Protestante e do Evangélico no município. Ele era casado e tinha quatro filhos, além de netos.

Natanael de Oliveira nasceu na cidade de Antônio Carlos, em 23 de fevereiro de 1942. Veio para Barroso por volta de 1967 e aqui se casou com Edna Aleva. Era advogado militante na Comarca de Barroso e atuou como professor na Escola Estadual “Francisco Antônio Pires” por 35 anos, período no qual também se dedicou aos trabalhos na Igreja Presbiteriana Central de Barroso, onde ocupou os cargos de diácono, professor da escola dominical e membro do coral, além de ser presbítero emérito da instituição.

 

natanael02

Compartilhe:

Apoio Cultural

Seja um apoiador cultural de nossa programação. Entre em contato com a gente e saiba como participar!

Parceria

Parceria


Últimas notícias